Voltar ao topo

Até fevereiro, pré-pandemia, Capitalização cresceu 3,5%

30 de Abril de 2020 - Mercado

 

Até fevereiro, no período pré-pandemia, o mercado de capitalização avançou 3,5%, com receita total de R$3,7 bilhões, informa a Federação Nacional de Capitalização (FenaCap), com base nas estatísticas da Superintendência de Seguros Privados, divulgadas esta semana. ““Somente com os dados consolidados de março e abril poderemos avaliar como os impactos da COVID-19 afetaram o setor”, adianta o presidente da FenaCap, Marcelo Farinha.

Um dos indicadores importantes para essa avaliação é o volume de resgates, que tendem a crescer em situações de instabilidade. “As reservas formadas com o auxílio dos títulos de capitalização constituem uma proteção relevante para os consumidores, especialmente em momentos de crise, quando é possível lançar mão desses recursos para enfrentar possíveis emergências financeiras”, diz Farinha. “Nessa hora o papel social da Capitalização fica ainda mais evidente”, acrescenta.  No acumulado do ano, os resga tes tota is atingiram R$ 3,2 bilhões, valor 9,0% maior em comparação a igual período de 2019. Geralmente, os resgates antecipados j á apresentam tendência de elevação no início do ano, período em que as famílias precisam honrar uma série de compromissos, como pagamento de IPTU, IPVA e material escolar, por exemplo.  

Sorteios substitutos à Loteria Federal, em razão do novo coronavírus

A Federação vem realizando sorteios substitutos à Loteria Federal – referência para a premiação de títulos de capitalização – desde o dia 22 de março, após decisão da Caixa Econômica de suspender as extrações da modalidade, feitas em locais públicos, a fim de evitar a transmissão do novo coronavírus. “Garantimos a continuidade da distribuição de prêmios, uma medida importante no momento que tantos brasileiros estão passando por dificuldades”, assinala o presidente da FenaCap.

Entre janeiro e fevereiro, o mercado de capitalização distribuiu R$ 210,9 milhões em prêmios a clientes sorteados de todo o país. Esse montante equivale ao pagamento de R$ 5,1 milhões por dia útil, no período.

Instrumento de Garantia e Filantropia Premiável

Nos dois primeiros meses de 2020, os títulos da modalidade Instrumento de Garantia, cuja comercialização teve início em abril de 2019, após a edição do novo marco regulatório, tiveram desempenho destacado, respondendo por 8,8% da arrecadação do setor, correspondendo a R$ 322,4 milhões. Os produtos da modalidade Filantropia Premiável, regulamentados pelo mesmo normativo, também se destacaram, com receita de R$ 310,3 milhões e participação de 8,4% na arrecadação total.     

cid:0dc93ddc-cff0-4bc5-bdd8-3c1c12f18948

 

CONTEÚDOS RELACIONADOS