Voltar ao topo

Capitalizando: Instrumento de Garantia

Superintendente de Riscos Financeiros e Capitalização da Porto Seguro esclarece dúvidas

30 de Julho de 2019 - Capitalizando

Pouco mais de dois meses após a implantação do marco regulatório da Capitalização, as empresas que comercializam Títulos de Capitalização estão adequando seus produtos e operações. A coluna conversou com o superintendente de Riscos Financeiros e Capitalização da Porto Seguro, Luiz Henrique, para saber conhecer as novidades relacionadas ao título da modalidade Instrumento de Garantia.

1.    Como funciona o novo produto de Instrumento de Garantia criado a partir do novo marco regulatório da Capitalização?
Esta nova modalidade permite que o título de capitalização seja utilizado como garantia de qualquer tipo de contrato. Sendo assim, criamos também um novo produto que permite utilizar essa forma de garantia em outros segmentos, não apenas para locação de imóveis. Também, com o novo marco regulatório, nos casos de extinção contratual não será aplicada a penalidade para o resgate antecipado. E continuamos com o resgate de 100% do valor no término de vigência.

2.    Com a implantação do marco regulatório, há alguma ação que afete diretamente o consumidor que possui o título da modalidade de Instrumento de Garantia?
As alterações motivadas pelo novo marco regulador não trazem preocupação para os consumidores. Essa modalidade continua sendo uma garantia sólida, que traz agilidade na locação do imóvel e ainda conta com serviços gratuitos à residência alugada, além de concorrer todo mês a sorteios com prêmio em dinheiro.

3.  Quais são os diferenciais dos novos produtos que estão sendo comercializado após o marco regulatório?  

Os produtos estão cada vez mais aderentes as necessidades do consumidor. Foram criados, por exemplo, novos produtos na modalidade Instrumento de Garantia, com a vigências de 12 e 15 meses.

 

CONTEÚDOS RELACIONADOS