Voltar ao topo

Em alta, títulos de capitalização sorteiam quase R$ 800 milhões em prêmios até agosto

Receita do setor mantém tendência de alta e avança 11,4% em relação a igual período de 2018, atingindo R$ 15,5 bilhões

18 de Outubro de 2019 - Capitalização

Federação Nacional de Capitalização (FenaCap), que reúne as 15 empresas autorizadas a comercializar títulos de capitalização no país, divulgou os dados mais recentes do segmento. Entre janeiro e agosto, foram pagos R$ 787 milhões em sorteios a clientes com títulos sorteados. O valor representa um avanço de 1,7% em relação ao mesmo período do ano passado e equivale à entrega de R$ 4,7 milhões de prêmios em dinheiro por dia útil do período. Confirmando tendência de alta, verificada desde o início do ano, a receita do setor atingiu R$ 15,5 bilhões, montante 11,4% superior ao faturamento registrado entre janeiro e agosto do ano passado.

O estoque de títulos de capitalização ativos, por sua vez, alcançou R$ 30,4 bilhões, com alta de 3,7%. Já os resgates finais e antecipados somaram R$ 12 bilhões, o que corresponde a um crescimento de 3,2%, em comparação a igual período de 2018.
 
Novas modalidades impulsionam mercado

Iniciada em abril, quando o novo marco regulatório entrou em vigor, a comercialização das novas modalidades de Títulos de Capitalização vêm contribuindo para alavancar a arrecadação do setor. Entre os meses de abril e agosto, o título de capitalização Filantropia Premiável, registrou uma receita de R$ 631 milhões, devolveu R$ 130 milhões em resgates e entregou R$ 158 milhões de prêmios em dinheiro. No mesmo período, o título de capitalização Instrumento de Garantia, registrou faturamento de R$ 686 milhões, R$ 9,1 milhões em resgates e distribuiu  R$ 32 milhões de prêmios a clientes que tiveram títulos contemplados em sorteios.

“A criação de duas modalidades de Títulos de Capitalização trouxe novas soluções para consumidores e empresas”, avalia o presidente da FenaCap, Marcelo Farinha.

CONTEÚDOS RELACIONADOS